Grupamento ambiental da GCM devolveu 76 animais à natureza em cinco meses.

O Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal, GAM, resgatou e devolveu à natureza 76 animais silvestres entre janeiro e maio deste ano. Foram 61 gambás, 9 cobras, 1 papagaio, 2 aranhas caranguejeiras, 1 quero-quero, 1 ouriço-cacheiro e 1 cágado.

Os agentes do GAM chamam a atenção para a quantidade de gambás encontrados na área urbana e revelam que o principal motivo é a diminuição de seu hábitat natural, que faz com que esses animais venham para a área povoada em busca de abrigo e alimento. Cada gambá pode ter até 18 filhotes por ninhada. Eles conseguem se alimentar, reproduzir e se abrigar em diversos lugares, como forros, lajes, bueiros e árvores. Os gambás são animais de hábitos noturnos, que durante o dia procuram abrigo para descansar e a noite saem para se alimentar e reproduzir.

Em 2021 o Grupamento recebeu 264 solicitações, a maior parte delas através dos telefones 153 e (22) 98175 0758.

“Quando encontrar um animal silvestre em área urbana a pessoa deve primeiramente manter a calma, depois entrar em contato com um órgão capacitado para o resgate desse animal. Nunca tentar capturar ou afugentar esse animal, pois o mesmo pode vir a atacar como forma de defesa, se possível observar a distância para quando a equipe chegar ao local, visualizar com maior agilidade”. Esclarece o Coordenador do GAM, Sávio Tatagiba.